Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BLOG do VISCONDE



Quarta-feira, 25.03.15

UM CONTO DE FADAS DA CLASSE TRABALHADORA

Era uma vez uma mulher que trabalhava em um supermercado e que sofreu um acidente de trabalho, foi para a perícia, fez uma cirurgia e, em decorrência das sequelas, não conseguiu mais trabalhar na antiga função que ocupara. Tentou por dois dias, sem sucesso, pois sentia muitas dores (era repositora).

 

Como o supermercado não registrou o retorno da mulher após o laudo da perícia, caracterizou desistência do emprego. Muito pobre, essa mulher contratou um(a) advogado(a) público(a), que acabou acordando à parte com a empresa contratante, boicotando assim o processo.

Essa mulher tem uma filha, bolsita que trabalha na UFSC, e um ex-marido que só paga a pensão da filha porque não sabe que esta tem um estágio. A bolsa finalizará agora em dezembro (ou janeiro) e amigos a ajudaram com uma contribuição de 450 reais, a famosa "vaquinha": muito choro, emoção, pois ao menos sabem que terão um natal mais ou menos.

 

Essa mulher está desempregada, desamparada, sem ninguém por ela, a não ser sua filha, que ainda estuda e não tem um emprego garantido. Essa mulher é apenas uma mulher, entre tantas outras... A diferença é que esta está próxima, muito próxima, em demasia, aumentando assim minha/nossa tristeza e minha/nossa indignação deste sistema corrupto, injusto, viciado e dirigido por uma mulher, filiada a um partido que nasceu na luta dos trabalhadores.

 

Choro, não sei se de raiva ou tristeza. Mas choro com força e com gana... Um sonho nunca morre. Que morra, sim, o capitalismo, já que não consegue, ele mesmo, resolver as contradições e injustiças que ele mesmo criou e vem acentuando. Que morra a burguesia enquanto classe!! Que Viva o Socialismo!

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Visconde de Sabugosa às 20:24



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Março 2015

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031